por Marcia David Poeta

2.6.16

Impressões

Foto: Marilena Guimarães
Casa de Claude Monet
Giverny - França
Primavera - 2016
Me dê um riso
Me dê um aviso
Da sua chegada
Um pássaro levado ao vento
Que pousa na minha janela
Me dê um dia da sua Primavera
Me dê um dia de sol e de quimera
Rego as flores
Planto cor no quadro do pintor
Impressões nítidas da sua luz
Planto gosto na língua
De se deixar viver
De se deixar encantar em pétalas e asas
Voar não sai da minha cabeça
Me dê o céu
Me dê nuvens pra desbravar
Apago o breu
Te acendo em mim
Pra gente não se perder no escuro
A noite vai crescer em Lua
Cheia, imensa, amanhecendo em suor e vinho
Me dê um ninho
Eu guardo as asas
E fico bem mais
Em você

Nenhum comentário: